Informação

O aconchegante apartamento de trinta anos em São Paulo

O aconchegante apartamento de trinta anos em São Paulo



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Nathalie Artaxo

Dizem que Trinta é uma idade preciosa, desde que um período de estabilidade começa, emocional e laboral. E, embora a vida não seja simples, e sempre haja obstáculos no caminho, é claro que o conhecimento que adquirimos nos anos vinte compensa aos trinta. Outro benefício de envelhecer é que começamos a ser claros sobre o que queremos e, acima de tudo, o que não queremos. Algo que pode ser aplicado perfeitamente na casa.

Portanto, quando a equipe da Rua 141 e Rafael Zalc moldaram o projeto de este apartamento de uma jovem na casa dos trinta em São Paulo, Eles tentaram criar um espaço aconchegante, com peças artesanais e um estilo entre rústico e chique, temperado por tons pastel. Tudo isso com a vantagem de ter um espaço de 70 m2.

Nathalie Artaxo Nathalie Artaxo Nathalie Artaxo Conteúdo relacionado Qual destes 15 quartos é o seu favorito? As prateleiras do lounge são o verdadeiro protagonista desse ambiente, abrigando plantas e objetos de vários designers brasileiros. O resultado é um espaço cheio de vida e personalidade. Nathalie Artaxo Para gerar uma atmosfera acolhedora, os arquitetos escolheram madeira natural, presente em todos os quartos. A parede de tijolos expostos e os painéis, já presentes no apartamento original, reforçavam a linguagem rústica. Nathalie Artaxo

Como seu dono ama tenha convidados em casa, optou-se por integrar a cozinha e o terraço à sala de estar, contando com as cores e texturas de cada material utilizado nos ambientes. Eles também removeram a moldura que separava os quartos, nivelando o piso externo com a área interna, como forma de dar continuidade e ampliar o espaço.

Outra mudança feita na cozinha e na lavanderia foi a seguinte: "Como essas áreas eram muito pequenas, decidimos integrá-las à sala de estar para melhorar a entrada de luz natural e ventilação. Essa conexão entre os espaços era realizada através de do banco de concreto no corredor ", explica Mona Singal, arquiteta e parte da equipe da Rua 141.

Nathalie Artaxo

"A cor azul do piso da cozinha cria uma atmosfera de frescura alinhada com os armários, projetados nos mesmos tons", diz ele.

O design desta carpintaria foi amplamente utilizado na década de 1950, mas neste projeto ganha uma nova leitura graças ao tom azul vibrante e à composição com ladrilhos hidráulicos de design contemporâneo.

Conteúdo relacionado O lindo apartamento de um iogue em Madri Nathalie Artaxo Nathalie Artaxo Nathalie Artaxo Nathalie Artaxo Nathalie Artaxo Nathalie Artaxo Conteúdo relacionado O lar perfeito de uma jovem família Os arquitetos escolheram materiais de estilo rústico feitos à mão em diferentes cores e texturas. Nathalie Artaxo Os azulejos antigos usados ​​nos pisos dos banheiros e da cozinha foram reinventados sob um design contemporâneo, com linhas e tonalidades em tons pastel. Nathalie Artaxo O cimento das paredes do banheiro também foi usado para conceber uma atmosfera rústica. Como o dos bancos, projetado especificamente para o apartamento. Nathalie Artaxo Nathalie Artaxo Além disso, no terraço, havia um jardineiro ao nível do solo, com um sistema de drenagem mais baixo. Nathalie Artaxo

Projeto: Rua 141 + Rafael Zalc